Publicidade

Destinos que só existem em Ilha Grande

0
223

Não é novidade que o estado do Rio de Janeiro é detentor de belezas naturais únicas. Dessa forma, Ilha Grande é mais uma das belezas catalogadas em território fluminense. O destino, como característico do Rio de Janeiro, detém belezas naturais exuberantes que enchem os olhos diante de tanta beleza.

Publicidade

Localizado no município de Angra dos Reis, e com 193 quilômetros quadrados de extensão, Ilha Grande já foi palco de um contexto histórico de suma importância para a cultura brasileira, isso porque o local foi o primeiro a ser avistado por Gonçalo Coelho, e foi palco de inúmeras guerras marítimas. Outra referência importante, é que o local já foi utilizado como presídio também, onde Graciliano Ramos ficou preso, dando origem a umas das suas obras mais importantes, Memórias do Cárcere.

O local não é muito populoso, contando com uma densidade demográfica aproximadamente de 3.000 moradores, e o local só pode ser acessado pelo mar, tornando o destino ainda mais espetacular.

As praias de Ilha Grande

Praia em Ilha Grande

Com uma das praias mais belas do Brasil, a ilha oferece uma grande variedade de praias para seus visitantes, um verdadeiro espetáculo da natureza. Isso porque as praias com características caribenhas, oferecem uma experiência única para os visitantes, lá você poderá encontrar praias onde água doce e salgada disputando o mesmo espaço.

A Praia do Abraão é a mais movimentada da ilha, e é lá que também está uma das melhores estruturas de recepção e acomodação dos visitantes. Isso porque é na Praia do Abraão que está a maior parte dos bares, restaurantes e agências de turismo do lugar. Mas não se engane, a praia é apenas o ponto de partida para as demais belezas que o lugar reserva.

A praia mais famosa da ilha, é sem dúvidas a Lopes Mendes. Com águas cristalinas e considerada uma das mais bonitas do Brasil, a praia Lopes Mendes é um destino obrigatório para os viajantes, isso porque se trata de fato de um dos cartões postais da ilha, tornando o destino uma parada obrigatória para os visitantes.

Outra praia muito famosa na ilha, é a Praia do Caxadaço. Uma praia com uma paisagem espetacular que fica localizada entre um paredão de rochas e que proporciona uma das paisagens únicas de Ilha Grande. É sem dúvidas um destino fortemente recomendado para os turistas do local.

Em Ilha Grande existe um número enorme de praias, grande parte delas são acessíveis somente pelo mar, mas ainda sim existe praias onde é possível ir a pé, como à Praia do Abraãozinho, Praia do Sobrado, Praia da Júlia e Praia Preta.

As trilhas da ilha

Outra experiência imperdível de llha Grande, são suas trilhas. A ilha conta com o total de 16 trilhas, cada uma com o seu nível de dificuldade. Levando em consideração a magnitude da ilha, o local oferece uma boa variedade de trilhas para seus visitantes. Você pode se basear na distância e no tempo estimado de conclusão do percurso, visitando o site do local. É sem sombra de dúvidas um destino imperdível que proporciona aos mais aventureiros, paisagens únicas de Ilha Grande, permitindo assim conhecer paraísos escondidos nas matas do lugar.

Mergulhos e Passeios de Barco

Passeio de barco em Ilha Grande

Os passeios de barco são tradicionais de praticamente todo paraíso perdido. Em Ilha Grande não é diferente, o passeio de barco proporciona aos visitantes acesso a lugares únicos e praias onde o acesso é feito exclusivamente pelo mar. Além de proporcionar aos visitantes um lindo pôr do sol nos entardeceres da ilha.

Os mergulhos, são tradicionais assim como os passeios de barco. Isso porque a ilha detém uma grande biodiversidade e um cenário extremamente convidativo ao mergulho, o que torna a experiência única e sem dúvidas uma atividade obrigatória no itinerário dos visitantes.

As Ruínas do Lazareto

Ruínas do Lazareto em Ilha Grande

Como a maior parte dos destinos paradisíacos, Ilha Grande tem bastante história e as Ruínas do Lazareto fazem parte desse cenário. O local foi criado em 1886 e era utilizado na época como abrigo para os doentes recém-chegados no país. O local funcionou até 1913, após essa data, o local parou suas atividades após ser constatado já na época que o isolamento dos lazaretos não impedia que as doenças disseminassem pelas redondezas.

Publicidade

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here